O segredo dos casamentos duradouros

Casamento é uma delícia, né? Planejar a festa, escolher o vestido, celebrar o amor… Mas nem só de amor vive um relacionamento. A convivência com outra pessoa muitas vezes é difícil, e na hora que a grana aperta ou os bebês chegam, as crises aparecem. O índice de divórcios sobe cada vez mais, e foi-se o tempo em que subir ao altar significava “até que a morte os separe”. Porém, quem troca alianças espera viver feliz para sempre, certo? Muitas vezes, com uma dose de paciência e boa vontade é possível ter um casamento duradouro!

O casal Renato e Cristiane Cardoso são especialistas no assunto. Casaram-se em 1991, e desde então viajam o mundo para dar palestras sobre relacionamento, além de apresentar o programa The Love School – A Escola do Amor na Rede Record. Renato é educador familiar e matrimonial, enquanto Cristiane é escritora. Juntos, eles estão lançando um livro chamado “Casamento Blindado ? O seu casamento à prova de divórcio” (Editora Thomas Nelson Brasil), e amanhã estarão aqui em Porto Alegre autografando a obra na Fnac, a partir das 18 horas. Enviamos algumas perguntas sobre o segredo dos casamentos duradouros para a dupla, que foram gentilmente respondidas por Renato. Confere:

Quais são os maiores obstáculos do casamento hoje em dia?
Além dos tradicionais problemas conjugais — traição, ciúme, mentira, incompatibilidade de gênios, divergências sobre dinheiro/filhos etc. —  o surgimento das redes sociais e outros meios rápidos de comunicação (email, SMS, MSN etc.) tem testado o relacionamento dos casais. Além disso, a facilitação do divórcio tem servido com opção tentadora e real nos momentos de crise. O casamento já não é mais visto como para a vida toda (média de duração atual é 16 anos: IBGE) e até visto por muitos como opcional. Isso é resultado de uma mudança de comportamento dos casais, em grande parte influenciados pela cultura de amor aberto e amor “enquanto durar”.

Quais são as medidas de blindagem que vocês recomendam? O que podemos fazer para garantir a longevidade do casamento?
É isso que explicamos no livro :-) Mas de forma geral, é preciso que as pessoas tenham a consciência de que nenhum casamento/relacionamento está garantido se não for constantemente cuidado e trabalhado. Para ter problemas de relacionamento, basta estar em um. A partir desta consciência, o casal tem que estar atento às ameaças à estabilidade do relacionamento deles, que podem variar, e daí então desenvolver estratégias para lidar com elas e neutralizá-las. Há relacionamentos que estão ameaçados pelo passado de um ou dos dois, por mentiras, por um(a) ex, por ciúme, e muitas outras coisas.

Existe algum tipo de relacionamento fadado ao fracasso? Ou vale a pena investir em um relacionamento mesmo quando ele parece não dar certo?
Salvo exceções (quando pessoas se unem com outras intenções que não sejam permanecer casados), todo relacionamento pode ser trabalhado e dar certo. Contrário do que muitos pensam, não existe “alma gêmea” (mais sobre isso no livro). Muitos esperam uma “alma gêmea” e pensam que quando encontram a sua, aquela pessoa nunca lhe dará nenhum tipo de problema ou infelicidade. Isso é utopia. Casamento é difícil, não vamos nos enganar. Mesmo com muito amor, haverá dias em que você vai ficar com vontade de sumir ou de apertar um botão e fazer seu parceiro desaparecer… O mais importante não é achar “a pessoa certa” mas sim “fazer as coisas certas”. Casamentos felizes consistem de “fazer as coisas certas” e “fazer certas coisas” que contribuem para a felicidade do casal.

Existe alguma “fórmula” para descobrir se alguma pessoa é a certa para você? Será que a causa de tantos divórcios não são as uniões precipitadas?
Sem dúvida uma das razões de tantos divórcios é a entrada num relacionamento sem usar a inteligência e a razão. As pessoas vão muito pelo sentimento, e a verdade é que na hora do problema, o sentimento de amor dá lugar ao sentimento de raiva, decepção, etc. Não há fórmula, mas a pessoa tem que averiguar se o pretendente ou candidato a cônjuge oferece pelo menos as qualidades essenciais que sustentam um relacionamento, a saber: segurança, fidelidade, honestidade, crença no compromisso por toda a vida, e respeito.

Related Posts with Thumbnails
Categorias deste post: Comportamento