Segunda do Cinema: Como Agarrar Meu Ex-Namorado

Atenção minhas amigas que adoram uma boa comédia romântica: passem longe desse filme. O motivo principal é que, apesar do título e da Katherine Heigl no elenco, “Como agarrar meu ex-namorado” não é uma comédia romãntica. É uma comédia policial, inclusive bem violenta em alguns pontos da trama. E não, não é um bom filme. Se bater uma louca vontade de ir ao cinema essa semana, fica a dica: vai rever Titanic que você ganha mais, na boa.

Se mesmo assim você está interessada, deixa eu te contar mais sobre o filme: Katherine Heigl (que a gente aprendeu a amar em Grey’s Anatomy, e aprendeu a odiar quando ela abandonou a série) é Stephanie Plum, uma mulher divorciada que acabou de perder seu emprego como vendedora da Macy’s e resolve, como quem não quer nada, trabalhar como caçadora de recompensas para pagar suas dividas. Sim, qualquer semelhança com “O Caçador de Recompensas”, com Gerard Butler e Jennifer Aniston, não é mera coincidência. Com tanta coisa pra inventar, porque os nossos amigos roteiristas de Hollywood ficam se repetindo? Meio irritante, não é?

Mas então, a nossa mais nova caçadora de recompensas, que não tem treinamento nenhum para isso e resolve caçar o ex-namorado, um policial que atirou em um traficante (aparentemente) sem motivo algum. Então começa o jogo de gato e rato, as acusações sobre o tempo em que estavam juntos, etc. Só que a química entre eles é zero, juro. E o que poderia tornar o filme mais interessante não acontece. Some a isso a irritante narração e o carisma zero de Heigl e vocês vão entender do que eu estou falando.

Claro que a coisa não é o que parece, e tem muito mais por trás do crime que o cara (o charmoso Jason O’Mara, o patriarca da série Terra Nova) supostamente cometeu. E a nossa heroína atrapalhada vai atrás da verdade, conhece alguns outros personagens, é ameaçada… bla bla blá. O filme é clichê, é bobo, é óbvio, é chato. Daqueles que a gente pergunta: quem lança isso? Quem vai no cinema assistir isso? Ok, a blogueira aqui foi, mas só para poder escrever esse post… fuja! Pra não dizer que eu não gostei de nada, a música “Brighter than the sun”, da Colbie Caillat, que fecha o filme, é muito bonitinha.

Related Posts with Thumbnails
Categorias deste post: Cinema