Dicas rápidas de Paris

Mês passado meus cunhados passaram pela Europa e me pediram umas dicas sobre Paris. Eles só ficariam dois dias por lá, mas como estavam indo solitos, queriam dicas rápidas do que deviam saber e do que deviam obrigatoriamente conhecer na cidade nesse tempo. Sou devota e  irremediavelmente apaixonada por aquele lugar. Há muito tempo eu estava devendo essas dicas aqui no Necessárias, então aproveito as recomendações que fiz a eles e com carinho e repasso a vocês.

Antes de tudo, vamos entender Paris: a cidade é dividida em 20 áreas. Elas estão dispostas em forma de caracol, numerados de 1 a 20 (do centro pra fora). Os mais importantes, por serem os mais antigos são o 1, 2, 3 e 4. Eles chamam estas zonas de arrondissement (se fala “arrondissemã”) e se localizam dizendo que vão a tal lugar, no 5º arr., por exemplo.

Bom, minha Paris não é romântica. É uma cidade que respira civilização e civilidade, feita para ser admirada. Os seus cidadãos a construíram baseados naqueles conhecidos valores de igualdade, liberdade e fraternidade. Fizeram um patrimônio para o mundo e não só pra eles, mas ainda sim se aborrecerem um pouco com os turistas. Palavra de alguém que foi muito bem tratada pelos franceses e reconhece que deve ser uma droga conviver com os turistas e seus excessos o tempo inteiro. Portanto, usufrua daquela atmosfera, mas com parcimônia. Ah, cabe aqui um beijo pra Vica, amiga parceira nessa empreitada de conhecer a cidade-luz.

Seguem as dicas:

- Tome um café ao estilo parisiense, com as mesinhas voltadas pra rua observando quem passa. Há cafeterias por todos os lados. Os preços não são muito amistosos (aliás, em toda Paris), mas é uma experiência super válida.

- Um passeio indispensável para as garotas é na Rue de Rivoli (1º arr., Estação Louvre-Rivoli), rua que dá pros fundos do Louvre, a rua da moda de Paris. Ali  se encontram lojas, muitas, mas indico aquelas onde vale muito a pena comprar: a H&M e a Mango, com roupa barata e super in. O luxo das grandes maisons estão na Avenue Montaigne, mas eu subtituiria fácil esse passeio pelas vitrines incensadas por uma caminhada na Champs Elysée, que faz esquina com elas.

Invalides

- Um passeio indispensável para os rapazes fica ali na Avenida Tourville (7º arr., Estação Invalides). Napoleão, o mito, está enterrado lá, no Museu das Armas ou Hôtel National des Invalides. Com ele está guardada toda a história das batalhas em que a França se meteu. Tem de aviões a tanques de guerra, dá pra visitar em uma tarde.

- Na Champs Elysée, o glorioso Arco do Triunfo. Vale uma subida nele também!

Arco do Triunfo

- Para a noite, caso queira sair para comer, vá até a região chamada Quartier Latin (5º Arr). Lá há muitos bistrôs internacionais com bons preços. E uma gente linda, linda, boa parte estudantes.

- A Tour Eiffel, ah, a Tour Eiffel! Subam nela e depois subam no Trocadèro, uma elevação bem defronte à torre que garante a mais linda visão dela. Dali se fazem fotos ótimas!

Torre Eiffel

- Basílica de Sacre-Coeur: fica lááááá em Montmartre. Olho nas carteiras e bolsas na subida! Pra mim foi essa foi a vista mais emocionante de Paris.

Sacre-Coeur, deslumbre!

- Catedral de Notre Dame de Paris: bom, qualquer comentário é dispensável, um dos pontos mais clássicos da Cidade-Luz. Ali na região dela é o melhor lugar pra comprar souvenir baratinho! Recomendo os gargulinhas e os clássicos chaveirinhos de Tour Eiffel, hahahaha!

Notre Dame de Paris

- Museu do Louvre: se quiser entrar (um dia ainda não é suficiente para conhecer todas as obras, veja bem) visite a Mona Lisa, a Vênus de Milo e as esculturas greco-romanas. Mas se realmente tiver pouco tempo, vale a foto na frente!

Louvre, por dentro

- Use preferencialmente o metrô e os ônibus para se deslocar pela cidade. É mais barato e é bonito. Todas as estações e pontos de ônibus possuem mapa afixado, portanto é fácil se achar.

- Os supermercados salvam vidas. Comprem desde água até vinhos. A alimentação está ali a preços mais em conta do que nos restaurantes. Dá até pra tomar um rápido café da manhã improvisado. E também dá até comprar cosméticos e maquiagens, tudo ali no super. Recomendo o Carrefour City e Monoprix.

Paris não é só isso, é muito, infinitamente muito mais. Mas esse é um pouquinho da minha Paris que compartilho e recomendo altamente para quem vai fazer aquela visita rápida!

Mas ó, se você quiser boas dicas de Paris, bem concretas, leia o Conexão Paris, melhor blog sobre a cidade, escrito por uma brasileira para brasileiros.

Related Posts with Thumbnails
Categorias deste post: Viagem